Parceria: Henri Cartier-Bresson.

Blog em Parceria: Henri Cartier-Bresson Visite!

To me, photography is the simultaneous recognition, in a fraction of a second, of the significance of an event.”-Henri Cartier-Bresson

“Qual o mais importante atributo de um ator de sucesso? 1.Talento. 2.Sorte. 3.Resistência”. Segundo Laurence Olivier (1989, p.202 ): Confissões de um Ator – segundo Leonn, (2011).


“O ator emotiva o público! Um ator sem alma, com ofício... É como o Teatro sem o público”, (Lúcio Leonn, 1989).

note-me por email

Páginas

notadores

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Tarefa (UnB) 2- Pequeno texto teatral ("O Último Dia do Computador de Mesa") e a abordar os impactos das novas tecnologias de informação e comunicação

Ouça as músicas indicadas nesta unidade. Escolha uma e a partir da interpretação de sua letra, crie um pequeno texto teatral de duas laudas. O texto deve discutir os impactos das novas tecnologias de informação e comunicação na sociedade contemporânea. Este deve ser estruturado com um título, um primeiro parágrafo com o prólogo, onde se introduz a história, e logo em seguida os diálogos dos personagens, com suas respectivas rubricas indicando suas ações e intenções. Na construção do seu texto pense em responder as seguintes questões: “o que?”, “quem?”, “como?”, “onde?”, “quando?” e “por quê?”. Publique o seu texto aqui e em seu blog.


CHICO SCIENCE & NAÇÃO ZUMBI
Computadores Fazem Arte
DAFT PUNK
Technologic
Television Rules The Nation
GILBERTO GIL
Pela Internet
KRAFTWERK
Antenna
Computer Love
Computer World
Mini Calculateur
Numbers

Technologic
Composição: Daft Punk

Buy it, use it, break it, fix it,
Trash it, change it, mail - upgrade it,
Charge it, point it, zoom it, press it,
Snap it, work it, quick - erase it,
Write it, cut it, paste it, save it,
Load it, check it, quit - rewrite it,
Plug it, play it, burn it, rip it,
Drag and drop it, zip - unzip it,
Lock it, fill it, call it, find it,
View it, code it, jam - unlock it,
Surf it, scroll it, pause it, click it,
Cross it, crack it, switch - update it,
Name it, read it, tune it, print it,
Scan it, send it, fax - rename it,
Touch it, bring it, pay it, watch it,
Turn it, leave it, start - format it.
Technologic. technologic. technologic. technologic.

Música: Tecnológico
Composição: Daft Punk (tradução)

Compre, use, quebre, arrume
Jogue no lixo, mude, envie e-mail, faça upgrade
Carregue, aponte, dê zoom, aperte
Agarre, trabalhe, rápido - apague
Escreva, corte, cole, salve
Ligue, cheque, saia - reescreva
Plugue, jogue, queime, ripe
Arraste e solte, comprima - descomprima
Tranque, preencha, ligue, ache
Veja, bloqueie, atole - desbloqueie
Navegue, faça scroll, pase, clique
Atravesse, destrave, troque, atualize
Nomeie, leia, ajuste, imprima
Scanneie, envie, passe um fax - renomeie
Toque, leve, pague, assista
Gire, deixe, comece, formate.

Tecnológico, tecnológico, tecnológico.

por Lúcio José de Azevêdo Lucena

"O Último Dia do Computador de Mesa"
(criação de Lúcio Leonn)

É noite. Sala de estar. Nilvado, gerente da loja de sapatos chegou à sua casa todo contente, porém cansado do Trabalho. Finalmente, desembrulha da caixa, o seu novo portátil notebook móbile, que perante seus olhos, brilhava de tamanha satisfação. Seus dias de se trancar em casa - no escritório - diante do velho Pc de mesa e afazeres do trabalho estavam contados (pensou Ele).

Agora, quem não gostara muito e a começar a reclamar era o seu computador de longas datas, aperreios e dias de glórias, o PC.
(Voz de Nivaldo no escritório)

Nivaldo: Agora só falta recarregar bateria em 12 horas. Pronto! E, não vejo a hora de ganhar tempo levando meu portátil notebook móbile à qualquer lugar. (Sorrindo com satisfação).
E você, vai para sucataria semana que entra. (Indicando papo ao velho PC ao lado sobre a mesa em que, também estava o novo notebook mobile, recarregando bateria.).

PC: Compre, use, quebre, arrume outro. Mesmo assim, eu não torno as pessoas mais egoístas. Aqui na sua casa, eu mesmo velho, atendo e sirvo toda a sua família. Jogue-me no lixo, mude, envie e-mail informando seu novo intento, faça upgrade na sua vida. Carregue, aponte, dê zoom, aperte sem mouse, agarre, trabalhe, rápido – apague-me da sua vida pessoal e profissional. (Disse alarmando o PC, em tom de braveza.).

Nivaldo: Mas quem estar a falar? A perturbar meu serviço de contemplação e de desejo?

PC: Sou eu... Aqui ôôô... Seu Nivaldo!!! (Chamando, apagando e acendendo o visor). Eu não estou a te perturbar, meu chapa! Estou a te alertar...

Nivaldo: Mas, aonde já se viu computador falando com gente e ainda mais velho?! Que historia é essa... “Tornar as pessoas mais egoístas. Aqui em casa, mesmo velho, atender e servir toda a família?” Olha PC, você não presta mais e ainda por cima, não posso escrever ou digitar, cortar, colar ou salvar tão bem... E só liga, checa, pluga quando quer. Você não pode ir e vir comigo e nem acessar Internet em qualquer lugar (Tom enfático). Pronto! Você estar em seus últimos dias aqui.

PC: Calma, calma!! Eu sei que tenho muito tempo de uso. Esse tempo, de Novas Tecnologias de Informação e Comunicação, que não para de cessar e mudar. Esse mundo, Tecnológico, tecnológico, tecnológico... (Resmungando)

(Mudando de tom, a querer convencer Nivaldo.)

PC: Mas seu Nivaldo, tenha paciência comigo. O Senhor já pensou? Agora só quem terá o direito de acessar esse aí (se referindo ao notebook mobile) será o senhor, e ninguém mais... O senhor vai se fechar tanto em si, que ele vai tomar toda suas forças, atenção, tempo... E, não mais terá tempo para com os outros e sua família. Aqui, enquanto o Senhor me acessava, podia dar vez à sua filha, a seu neto. O Senhor piscava os olhos, diante de mim e, ainda tinha tempo de conversar com sua esposa. Atender telefone... Tomar café e pés nos sofá... Preste atenção no que eu vou falar... Eu ouvi no radio: “quem não pisca diante do Pc pode ficar com olhos secos”. Surgiu uma nova pesquisa, em que uma máquina faz o sujeito piscar diante de qualquer computador mesmo que não queira...

Nivaldo: Olha aqui rapaz! Atravesse sua nova fase de vida. Destrave sua CPU e, troque, atualize sua família. Não quero mais você aqui!. Meu notebook nomeia-me afazeres, ler, ajusta, imprime meus documentos. Scanneia tão bem e além de enviar, passa fax – renomeio tudo com um toque leve, outro toque apaga. Assista depois sua exibição comigo. Gire, deixe-me, comece, formate outra vida.

(Mudando de idéia) Já sei... Amanhã vou lhe doar a uma instituição educacional com Laboratório de Informática Educativa, O LIE. É isso!

PC: Obaaaaaaaaa! Vou ter vida nova! Plugue-me, não me jogue na sucata, nem me queime, ripe, ripe... Uhrraaaaaa! (Disse todo contente).

Nivaldo: Está bem! Você me fez refletir sobre todo esse aparato tecnológico; de mundo solitário e distante da família; até mesmo de navegar com mais rapidez; conhecer novas pessoas e de fica só, diante de uma máquina. De exercitar a fraternidade pela doação, “coisas” que para nós - não fazem mais sentidos.
(Pausa) Mas, parou para pensar do que seria de nós “pobres humanos” sem os avanços tecnológicos, do ciberespaço; de imagens fractuais que forma um Todo.

(Mudando de assunto) O mundo estar muito violento. Cada vez mais estamos em nossas casas, quartos, escritórios de trabalho, trancados e a conversar com alguém, virtualmente? Sei que há perigo nisso, sim. Por fim, mas, cabe a nos decidirmos o que queremos acessar e nos policiar diante do “desconhecido” mundo virtual. É preciso tomar as coisas para o bem. Mesmo na presença física ou virtual o perigo corre solto...

PC: Pode parar... Você estar com papo de humano! Estou a entender pouco... Você sabe da minha programação em software. Não consigo articular sensação e afetos. Pelo menos, enquanto hardware já sabe que terei novos amigos. Eu já estou ficando fraco de falar e de raciocinar... Eu não nasci para isso... Chega seu Nivaldo!

(Nesse ínterim, o notebook mobile alerta e soa um bip conotando que a bateria já estava completamente carregada. Seu Nivaldo notara que dormiu encostado, debruçado e sentado sobre a mesa por 12 horas. Olha no relógio de pulso. Marcava-se 7h12 minutos do dia seguinte. A porta do quarto trancado. O velho computador (PC) embalado sobre a mesa e, um papel escrito nele, que dizia: Doação.).

FIM!

______________
Para saber mais:
segundo divulgação restrita aos cursistas/Para conhecer mais sobre a biografia e produção artísticas dos músicos, acima, visite o site http://www.wikipedia.org/
Para ouvir essas e outras músicas procure-as em rádios na Internet
http://radio.musica.uol.com.br/
http://radio.terra.com.br/

Licenciatura em Teatro do Programa Pró-licenciatura. UnB/UNIR/MEC
Módulo Tecnologias Contemporâneas na Escola 2.
Tutorias: Martha Lemos/Maria Cristina.
Aluno Lúcio José de Azevêdo Lucena. Tarefa 2 Pequeno texto teatral\ autoria
Professor Christus Nóbrega.
30/10/09 DF (18h25min)

Nenhum comentário: