Parceria: Henri Cartier-Bresson.

Blog em Parceria: Henri Cartier-Bresson Visite!

To me, photography is the simultaneous recognition, in a fraction of a second, of the significance of an event.”-Henri Cartier-Bresson

“Qual o mais importante atributo de um ator de sucesso? 1.Talento. 2.Sorte. 3.Resistência”. Segundo Laurence Olivier (1989, p.202 ): Confissões de um Ator – segundo Leonn, (2011).


“O ator emotiva o público! Um ator sem alma, com ofício... É como o Teatro sem o público”, (Lúcio Leonn, 1989).

note-me por email

Páginas

notadores

quarta-feira, 25 de março de 2009

Atividade de conclusão-”módulo “Dança e Ensino-ministrado pela professora Isabel Marques.

por Lúcio José de Azevêdo Lucena

(Arte-Ensino-Sociedade)
Imagem acima, por Alex Hermes. Na Vila Artes. Módulo “Dança e Ensino"- ministrado, pela Profª Isabel Marques.
Atividade Didática
1) Você aprendeu alguma coisa sobre Dança? O quê?
-SIM. DANÇA, é conhecimento e, como tal, exige estudo acurado e especifico; necessita dum campo teórico e prático (do saber-fazer-ensinar/dialogar e encenar com muitas platéias). Outro ponto de vista, se refere ao professor que, em sua trajetória de vida adquire a docência artística ou do artista quando vai ao encontro investigativo do saber ser professor de arte/dança. Ambos se complementam (professor/artista). E quando se têm, interiormente, o gostar de ensinar ou do fazer dança? Suas ações se confluem para um fazer/ensinar Arte com responsabilidade/valores/atitudes, aliando sempre prática-reflexiva; do campo da pesquisa teórica/cênica. Do respeito pelo intérprete/espectador/intelocutor em diversas linguagens do saber/apreciar (se concretiza). De uma educação estética contínua e humana, em diálogo com o hoje.
Imagem, por Lúcio Leonn. Idem.
2) Você aprendeu alguma coisa sobre si mesmo? O quê?
-SIM, aprendi. A rever meus projetos pessoais, como professor de Arte e artista. No que diz respeito ao primeiro, significa reavaliar meu currículo em arte (o conhecer), do conteúdo perpassado em sala de aula, (6ª a 9ª série); de práticas educativas (fazer/expressar), fez-me refletir sobre o espaço de arte em ambiente físico escolar nas escolas públicas municipais de Fortaleza. Ele precisa ser modificado para se buscar uma sala de convivência em arte e por linguagens. Já quanto ao ser artista, alentou-me a realizar trabalhos artísticos com mais rigor e ousadia (dança ou teatro); projetos que estão engavetados, porque o ensinar tem sido por hora, maior que o meu fazer arte - com consistência, “virtuosismo”.

Imagem:Idem.

3) Você aprendeu alguma coisa sobre o mundo? O quê?

-SIM, aprendi. E, pergunto/reflito: em que medidas educativas e de gestão, o projeto institucional em arte (das escolas públicas municipais) se coadunam ou divergem de meus projetos pessoais (de artista) e profissionais (como professor de Arte) para reorganizar e desenvolver a vida escolar (ensino/aprendizagem em Arte)?

Para concluir, é preciso ouvir tais professores em grupo de estudos; nos encontros pedagógicos de professores de Arte. Retomar ao mediador/co-responsável por tais encontros. Fortalecer os profissionais em arte-educação. Sua Arte e seu Ensino/Aprendizagem.

Prefeitura Municipal de Fortaleza-Secultfor.Parceria Universidade Federal do Ceará/UFC.Escola de Dança - Vila das Artes.Curso de Extensão Dança e Pensamento. Atividade de conclusão-módulo “Dança e Ensino”, realizado de 22 a 27 de setembro de 2008 -, ministrado pela professora Isabel Marques. Aluno: Professor Lúcio José de Azevêdo - Lúcio Leonn. Fortaleza-Ce, 30 de setembro de 2008.

Nenhum comentário: