Parceria: Henri Cartier-Bresson.

Blog em Parceria: Henri Cartier-Bresson Visite!

To me, photography is the simultaneous recognition, in a fraction of a second, of the significance of an event.”-Henri Cartier-Bresson

“Qual o mais importante atributo de um ator de sucesso? 1.Talento. 2.Sorte. 3.Resistência”. Segundo Laurence Olivier (1989, p.202 ): Confissões de um Ator – segundo Leonn, (2011).


“O ator emotiva o público! Um ator sem alma, com ofício... É como o Teatro sem o público”, (Lúcio Leonn, 1989).

note-me por email

Páginas

notadores

terça-feira, 1 de abril de 2008

Dança contemporânea: impasses e perspectivas do Curso Dança e Pensamento - EXERCÍCIO/Proposição

*UMA ELABORAÇÃO COREOGRÁFICA E EXIBIÇÃO CÊNICA
(Para Término de Curso - A Dança para Atores/Atrizes)

por Lúcio Leonn



Professora Thereza Rocha, em Fortaleza-CE, durante o Curso Dança & Pensamento,(2007), imagem acervo pessoal

A coreografia é obra de arte do ensino da Dança, para alguns, o “produto” do trabalho. Toda a aprendizagem da dança pode encontrar sua mais alta expressão plástica no trabalho coreográfico. Então, supondo ser professor e coreógrafo de dança aqui; O objetivo será de cunho didático com a finalização de término de curso ou, de levar em conta o trabalho corporal/cênico ou a motivação de alunos (as)-atores/atrizes para a aprendizagem da Dança.

Para se compor uma coreografia, levarei em conta as diferentes etapas de elaboração de um breve projeto. Cada artista de dança tem a sua marca, carrega sua personalidade; faz-se importante que nem sempre serão utilizados os itens descritos. Como: o público, o local, a divulgação do evento, o tema, a música, o desenho coreográfico (o como), o figurino, o cenário, a iluminação e, quem vai dançar (outra problematização).

Agora abaixo, elaborarei um pré-projeto de coreografia e de exibição cênica a utilizar todas as etapas descritas acima.

1) Da apresentação será direcionada a um público pagante, à classe artística, convidados e familiares, ou seja, a um público em geral.
2) O local será o Theatro José de Alencar. Em 03(três) dias consecutivos, de sexta-feira a domingo, de dezembro, às 20h. Aluguel de pauta ou captação de recursos financeiros via parcerias ou apoios.

3) A divulgação do evento contará com o professor ministrante; material impresso (folder e cartaz); Jornais locais, etc. Entrevistas com ensaios televisionados. Convênios institucionais; parcerias artísticas e apoio logístico.

4) O tema será: “A Dança para Atores/Atrizes: dançar para poder voar, na vida e na arte” – pretende-se demonstrar a possibilidade de observar e apreciar atores/atrizes a dançar (problematização). Concepção: “experienciar os mais diversos tipos de movimentos cotidianos, transportando-os para o extraquotidiano. Revelar ações e partituras corporal-físicas, sentimentos de mecanização e de aprisionamento. O tornar-se máquina em seu habitat natural - perder seu senso crítico e humano, ao mundo da competição, sem tempo de parar e de não refletir sobre seus próprios atos e de nem valorizar o próximo”. A coreografia: utilizar-se-á de níveis de movimentos (alto-médio-baixo), justapondo-se a seqüência de movimento extracotidiano - quotidiano (exemplos: acordar, andar, vestir-se/despir-se, tomar banho, escovar os dentes, tomar café, pentear cabelos, saudar, falar, reclamar, trabalhar, pegar ônibus, dirigir, trabalhar..., dormir, etc.), seguindo de cada fluência e de direções de movimentos. Pode-se usar métodos Laban, técnicas do ballet clássico moderno, ações físicas do teatro, elementos circenses, etc.

5) Da música: clássica, MPB, romântica a heavy metal. 1º Momento: acordar/despir-se/tomar banho/vestir-se/tomar café/ trabalhar. Música: “Spring”/The Four Seasons, Antonio Vivadi. 2º Momento: O Retorno ao Lar/Cansar-se. Música: “Polanaise, Op. 26, nº 1”, Frederic Chopin. 3º Momento: Relaxar/Mente sã/corpo são. Música: “Desenredo”, Nana Caymmi. 4º Momento: Revoltar-se/Mecanizar-se. Música 1: “Bonzo’s Montreux”, Led-Zeppellin. Música 2: “2001, Uma Odisséia no Espaço”. 5º e último/Momento: Apaixonar-se/Vencer. Música 1: “Fly Me to The Moon”, Frank Sinatra. Música 2: “O Terceiro Homem” (Orson Welles), tocada pela The Action Orchestra.

6) Já o desenho coreográfico, (o como), de acordo com cada música e momentos acima (item 5), será o seguinte: 1º) movimento: Prólogo. 1. a dança se inicia com um grupo imóvel de 08 (oito) intérpretes, em plano baixo (chão). Cobertos por um lençol branco e corpos horizontais / adormecidos. 2. acordar-se bruscamente com um lençol jogado para cima (teto), enquanto os braços e pernas acompanham sua fluência. 3. em plano alto: movimento de despir-se e banho (luz em resistência), percebendo sombras de corpos. Ao terminar a ação, todos saem de cena pela Direita. 4. (luz) entra um casal pela Esquerda com roupas de escritório (trabalho) e xícara de tamanho grande numa mão, com movimentos em plano alto e médio. Saem. 2º/3º) movimentos (unificados): Cansar-se/Relaxar. 1. andar apressado; caminhar com braços (pasta de trabalho em mãos) e tensidade nos ombros; precipitar-se ao chão; um grupo entra em fila a Esquerda, outra fila entra a Direita no fundo do palco em direção à boca de cena. 2. sentar-se de lado e de frente. Relaxar. Esperar. Levantar. Pensar e sair.


Imagem acima, idem.

4º) movimento: Revoltar-se / Mecanizar-se. 1. oito intérpretes um por um vai entrando em cena e executando a seqüência de movimentos (quando todos em cena); acontece a ação de: revoltar-se; desequilibrar-se; mecanizar-se, tornar-se máquina; (saem de cena). Entram em dupla, após a última seqüência anterior (1.). 2. saltar ao espaço vertical; parar. Duplas: um (a) intérprete corre e, salta em outro intérprete, este último permanece estático/parado a espera. Repete-se a seqüência de movimentos (1.) e (2.).Cada dupla vai saindo de cena, logo após a movimentação. 5º) último movimento: Apaixonar-se/Vencer. 1. entram em casais (dupla) de intérpretes, executam a primeira seqüência de movimentos. Quando terminar a execução; (1ª dupla ainda com primeira seqüência de movimentos) entra em cena, 2ª dupla, sucessivamente, enquanto que 1ª dupla passa para a seqüência, seguinte letra: 1.A e, assim, por diante. 1.A: aproximação; 1.B: repulsa; 1.C: aceitação. 5. todas as duplas de intérpretes em cena (05 duplas); surgem em movimentos de encontros e de cumplicidades. Seqüência 5.A: movimento de comemoração. Repetir seqüência última, sucessivamente. Seqüência 5.B: movimento em círculo direção esquerda ao centro de cena/palco. Todos os intérpretes giram por três vezes; seqüência 5.C: param e deitam-se (chão) com braços e pernas ao longo do corpo. (Fim).

Veja imagem: Desenho coreográfico, abaixo,(clique a direita com mouse para aumento da imagem)














7) Os figurinos, inicialmente, serão básicos (malha de diversas cores). No decorrer da cena, os demais acessórios e vestimentas, irão se justapor ao corpo/figurino básico, até que no final, deverá voltar à origem inicia. Roupa de malha masculina: bermudas e camiseta-cores diversas; sapatos sociais. Roupa de malha feminina: short e camisetas-cores estilo para escritório; Palitós; gravatas, calças longas para ambos e suéteres - cores escritório; sapatos de salto alto. Acessórios: pasta 007 (valise) para ambos (m/f); xícaras - tamanho-G.- Na maior parte, o balé será dançado pelos integrantes descalços e/ou com uso de sapatilhas sem pontas.

8) Quanto ao cenário, será basicamente “limpo”. Não haverá Ocorrerá aberto sem urdimentos laterais e, saída quando fora do campo de visão da platéia.(Ver imagem 2, junto à proposta de Iluminação, a seguir).


9) Da iluminação (imagem, acima ), cores básicas e neutras: branca; âmbar; azul; violeta e vermelha. Cores e nuances, estas se alternarão na variação e conjunto quando em operação e movimentação cênica. Uso de luz em resistência (semi-blackout), no finalzinho do 1º movimento, para passagem do 2º. (Blackout no final).

10) Quem vai dançar a coreografia: elenco de atores/atrizes egressos do curso temático (05 atores e 05 atrizes). Totalizando 10 (DEZ) integrantes no balé. E, mais, professor ministrante na concepção, direção coreográfica e cênica.

Portanto, a dança e a exibição coreográfica terão um olhar contemporâneo. E, usaremos toda a área do palco à encenação do Tema.

O 1º Módulo "Dança Contemporânea - Impasses e Perspectivas", ministrado pela Mestre em Comunicação e Cultura Thereza Rocha, aconteceu de 05 a 09 de novembro, das 19h às 22h, e 10 de novembro, sábado, de 09h às 12h.

Nenhum comentário: