Parceria: Henri Cartier-Bresson.

Blog em Parceria: Henri Cartier-Bresson Visite!

To me, photography is the simultaneous recognition, in a fraction of a second, of the significance of an event.”-Henri Cartier-Bresson

“Qual o mais importante atributo de um ator de sucesso? 1.Talento. 2.Sorte. 3.Resistência”. Segundo Laurence Olivier (1989, p.202 ): Confissões de um Ator – segundo Leonn, (2011).


“O ator emotiva o público! Um ator sem alma, com ofício... É como o Teatro sem o público”, (Lúcio Leonn, 1989).

note-me por email

Páginas

notadores

segunda-feira, 15 de junho de 2009

ATIVIDADE: FICHAMENTO DE CITAÇÃO /O Teatro e suas origens: uma visão multiculturalista

por Lúcio José de Azevêdo Lucena

Referência
Veloso, Jorge das Graça. O Teatro e suas origens: uma visão multiculturalista (Módulos-9 /História do Teatro 1, 21p). Curso a distância Licenciatura em Teatro do Programa Pró-Licenciatura – Fase II. Universidade de Brasília /UnB. Instituto de Arte/IdA.

1.Resumo
O Teatro e suas Origens: uma Visão Multiculturalista
- Aborda, intertransculturalmente, o Teatro para além do olhar greco/romano tão difundido entre nós ocidentais. Compreende-se em subtópico: a Tragédia e o Mito. A perpassar também, a expressividade da Comédia Antiga e a Nova e as Repercussões da Tragédia e da Comédia Gregas no Império Romano; o registro do Teatro das Comunhões na Idade Média Européia.

1.1.Palavras-chave
Análise Multiculturalista
Perspectiva Etnocentrista Descartada
Repercussões da Tragédia e do Mito
Repercussão da Comédia Antiga
Visão do Teatro das Comunhões na Idade Média Européia

1.2.Frase mais relevante
(...) Consolidou-se para os teóricos ocidentais a mitificação do surgimento da arte dramática nos já citados rituais de adoração a Dioniso, o que geralmente é estudado na maioria dos cursos sobre a linguagem (...).

1.3.Relevância
Primeiro, desmistifica nosso olhar sobre a origem dum teatro singular e paradoxal (Grécia) já exaltado, bastante difundido entre nós. E, segundo, o Texto, vai sinalizar vários povos e suas civilizações, a partir dum Teatro em diversidade e de inclusão de novos protagonistas na História Geral do Teatro. Então, a busca de perceber em nós, tais origens teatrais; sua cultura de massa e de características artísticas; suas confluências e de resistências, se fazem urgentes.

1.4.Comentário

Há em nós a necessidade de conhecer os elementos constituintes desse fazer teatral em cada região ou país; mesmo que distantes, geograficamente ou via pesquisas científicas. É perceber em nós, a busca de encaminhar coletas e de estudos em prol da visão multicultural de hoje. De convergir para uma verdade histórica e universal. Antes, “esquecida”; desrespeitada ou até mesmo hoje, (o foco), é abolir de nossa Velha História - a cicatrização de uma inverdade multissecular, a cerca da origem do fenômeno teatral.

2. Pontos destacado sem citações do Texto- O Teatro e suas Origens: uma Visão Multiculturalista,que gostaria de discutir com a turma e disponibilizei (Re: Fórum do Fichamento. Por Lúcio José de Azevêdo Lucena - segunda, 11 maio 2009, 23:37). Segue abaixo.

Citações
(...) Existem registros em que o homem “representa” para os deuses em eras muito anteriores aqueles tempos gregos (...).
(...) Fugindo então de uma compreensão etnocêntrica e analisando por uma perspectiva multiculturalista, o surgimento do teatro poderia ser descrito por outros caminhos (...).
(..) Os primeiros registros historiográficos sobre esta prática vão ser localizados no Egito (...).
(...) O próprio Aristóteles não deixa de levar em consideração que outros povos também reclamam para si o privilégio da criação do teatro. (...)
(...) Pela perspectiva do teatro como invenção, estava criada a primeira fala de um protagonista, isto é, ator (agonista) principal (proto) (...).
(...) A Análise é feita por uma perspectiva multiculturalista. (...) O que a diferencia das demais é o fato de que, com o passar do tempo, e com o poder de se impor a outras culturas pelas potências colonizadoras européias, essa versão foi canonizada como “a verdade” do surgimento do próprio teatro (...).
A TRAGÉDIA E O MITO(...) Se já compreendemos que o nascimento do teatro se deu por manifestações rituais cênicas em diversas partes do mundo,ele vai ser organizado como espetáculo artístico também a partir da tragédia e da comédia atenienses, entre os séculos 6 e 5 a.C (...).
(...) A tragédia é, então, a representação do castigo pelo cometimento de algum excesso por parte dos comuns dos mortais (...).
A COMÉDIA ANTIGA E A NOVA E AS REPERCUSSÕES DA TRAGÉDIA E DA COMÉDIA GREGAS NO IMPÉRIO ROMANO
(...) A Comédia Antiga era improvisada e vinha dos cantos fálicos (...).
(...) Comédia Antiga exigia uma veia poética de homens altamente dotados de fértil imaginação e alto discernimento poético, como afirma Gassner (1974) (...).
(...) Drama romano este que será, principalmente a partir dos trabalhos de Plauto e Terêncio, é a reencarnação da própria comédia ateniense, mesmo considerando-se que seu estilo não é grego, mas latino (...).
TEATRO DAS COMUNHÕES NA IDADE MÉDIA EUROPÉIA
(...) registros sobre as atividades teatrais são basicamente as companhias itinerantes de mimos e acrobatas (....).
(...) Assim se constrói o conjunto de autos, mistérios e moralidades de todo o período em que o teatro sustenta a pregação religiosa nas igrejas de uma Europa que consolida o cristianismo como principal fundamento religioso (...).
(...) Com a saída das igrejas, os atores passaram também a usar de figurinos de extraordinária riqueza, sempre renovados a cada ano. “Mais uma vez, como na Grécia, o drama deixou a igreja” (...).
Universidade de Brasília/UnB- Instituto de Arte-IdA.
Licenciatura em Teatro do Programa- Pró-licenciatura. UnB/UNIR/MEC/MÓDULO - História do Teatro 1
ATIVIDADE: FICHAMENTO DE CITAÇÃO/
O Teatro e suas origens: uma visão multiculturalista
ALUNO(A): Professor Lúcio José de Azevêdo Lucena-
-lúcio leonn.
TUTOR(A): Amanda Aguiar Ayres.
PROFESSOR: Graça Veloso.

Nenhum comentário: